Header AD

Nagra vence na Justiça fabricante de receptores ilegais (Azamerica, Globalsat)


A Nagra conseguiu uma vitória na Justiça dos Estados Unidos em um processo contra a chinesa Zhuhai Gotech Intelligent Technology e duas empresas coligadas. A Nagra alega que as tecnologias e serviços da Gotech foram projetados e destinados a contornar as tecnologias de proteção de conteúdo.

Na ação, a Nagra argumentou que a Zhuhai Gotech Intelligent Technology, a Gotech International Technology e a Globalsat International Technology fabricaram e distribuíram set-top boxes sem autorização – sob marcas como Globalsat, AZAMERICA, NAZABox, Captiveworks e Limesat – bem como operaram servidores de Internet Key Service (IKS) a partir de equipamentos localizados nos Estados Unidos, violando, assim, o digital Millennium Copyright Act (DMCA),bem como a Lei Federal de Comunicações.

Depois de identificar atividades piratas, os peritos anti-pirataria conduziram uma investigação forense em curso para reunir provas para o processo judicial. 

O tribunal concedeu à Nagra US$ 101.851.800, devido à capacidade de identificar e comprovar a número exato de usuários (mais de meio milhão) de ligação aos serviços ilegais da Gotech que foram objeto do processo.

A Kudelski Segurança estima agora que houve, de facto, mais de três milhões de usuários finais conectados a vários servidores Gotech.

Além de determinar o pagamento de danos, o juiz também ordenou à Gotech o fim da fabricação e venda de qualquer equipamento ou oferecer quaisquer serviços que poderiam ser usados para a pirataria.

Nagra vence na Justiça fabricante de receptores ilegais (Azamerica, Globalsat) Nagra vence na Justiça fabricante de receptores ilegais (Azamerica, Globalsat) Reviewed by Claudio Cavalcante on 17:00:00 Rating: 5
Postar um comentário

Post AD